quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Respeitando as individualidades

Resultado de imagem para individualidadeNão queira que o outro seja você. Algumas pessoas querem que os seus sejam exatamente iguais a sua maneira de ser e proceder, naquilo que é particular de cada um. Muitos são os que então agem imaturamente neste aspecto. Cada um tem seu jeito, temperamento e forma de proceder. Evidentemente que exageros e certos procedimentos precisam ser trabalhados, mas tem de haver respeito à forma do outro pensar e agir: isto é algo fundamental, cada um tem suas individualidades. 

O anseio de alguns em querer que os outros sejam suas próprias “cópias”, tem gerado indivíduos mal resolvidos e que se tornam amargurados existencialmente. Tais vivem assim, “batendo” e “massacrando” quem estiver por perto e são exageradamente críticos e murmuram por tudo. Como bem disse Abraham Maslow: "Se a única ferramenta que você tem é um martelo, sua tendência será tratar todas as coisas como se elas fossem um prego"Também é valido observar que por vezes o que se acha ser defeito é apenas a particularidade que cada pessoa possui.

É então tolice forçar o mudar o temperamento do outro. Existem áreas do temperamento (que varia em cada um) que não se altera, pois no máximo se controla, e se mantém em domínio. Agora é importante observar, que temos que ter nossas mentes “abertas” para o amor e submissão ao Espírito Santo, para que o que for de ruim em nosso temperamento, ou no do próximo não nos domine. Segundo A. W. Tozer disse: “O melhor meio de controlar os nossos pensamentos é oferecer a mente a Deus em completa submissão”.

Também nunca exponha o outro. Existem pessoas que expõe as intimidades, defeitos, falhas e características particulares dos seus. Por exemplo, o casamento de alguns é um livro aberto. No respeito da individualidade, é preciso também tratar enquanto há tempo as feridas, desentendimentos e problemáticas, sem indevidas exposições. 

Isso implica em ter cuidado no falar. A bíblia diz em Provérbios 16:32: “Melhor é o que tarda em irar-se do que o poderoso, e o que controla o seu ânimo (espírito) do que aquele que toma uma cidade”. Em Efésios 4:26 diz: “Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira”. Manter o controle em certos momentos é muito importante, embora nem sempre seja fácil; alguns perdem a razão pelo jeito que pensa ou fala, infelizmente.


Este texto foi extraído do meu livro "Eu te amo não se diz só com palavras". Para mais informações, clique aqui.