sábado, 10 de setembro de 2016

O Brasil não subiu no maior dos pódios

Resultado de imagem para FOTOS MEDALHA LATAAs olimpíadas no Brasil, foi talvez um dos eventos mais aguardados da história. Há cerca de um mês vimos ela em nossa nação. Mas a cada medalha nos diversos esportes, observamos que a garra eram requisitos fundamentais para os brasileiros conquistarem algo. As vitórias eram mais pela superação do que pelo investimento correto, coerente e concreto. Uma pena então que não haja massivo apoio nos esportes, principalmente como meio de inclusão social e outros positivos predicados.

Com o tamanho geográfico que temos e certas condições, e realizando uma olimpíada em casa, conquista-se apenas 19 medalhas ( O QUE É MUITO PELO POUCO INVESTIMENTO E POUCO PELO QUE DEVERIA E PODERIA SER). E muitas dessas o atleta felizmente até venceu, mas o Brasil não. São conquistas individuais de um esforço singular e não de um tudo no todo; e isto claro não é culpa dos atletas.

A impressão que eu tenho é que a cultura geral do brasileiro quer apenas o vencer por vencer, ou para promover algo, enquanto outros países tem em cada medalha a alegria dos benefícios do esporte na nação em todas as áreas; e essa é a medalha que vale. O futebol mesmo exemplifica a individuação estática de toda uma cultura.

Talvez o maior legado em termos esportivos fosse o brasileiro começar a valorizar outros esportes: mas nada disso aconteceu de forma significativa. A maioria não se lembra nem dos nomes que venceram, e ninguém mais comenta deles. E o que de forma palpável ficou de legado social esses jogos? Quem me dera  mais educação, saúde, etc. Quem nos dera que o Brasil como nação estivesse no maior pódio, no que mais vale  pena estar.